1957-1983 : O caminho para a Grande L'Oréal

O caminho para a Grande L'Oréal

1957-1983:

© Pierre Derly for L'Oréal

1957-1983:

© Pierre Derly for L'Oréal

Estes são os anos de formação da “Grande L’Oréal”.

Sob o ímpeto do Presidente François Dalle, o Grupo começa a se expandir internacionalmente.

Aquisições de marcas estratégicas marcam o início de um período de crescimento espetacular para a empresa. Produtos emblemáticos são criados.

O lema da empresa é “Savoir saisir ce qui commence” (capturar novas oportunidades).

Ano

1957

  • © L'Oréal

    Assim que assume o comando da L’Oréal, após a morte de Eugène Schueller, François Dalle dá um novo ímpeto à empresa. Criador da “Grande L’Oréal”, sempre atento à consciência social da época e iniciador do treinamento interno, François Dalle mantém o olhar voltado para o futuro que, para ele, é o único fator de progresso. Visionário, ele conduz uma política de aquisições direcionadas para expandir as posições do Grupo em novos setores do mercado e novos canais de distribuição; desenvolver a pesquisa, a força motriz do crescimento interno; aumentar a presença internacional do grupo; e tornar a beleza mais acessível para conquistar novos consumidores.

1959

  • © L'Oréal /DR

    Presente no mercado brasileiro desde o final dos anos 1930, a L’Oréal responde ao boom dos anos 1950 e estabelece uma presença direta no país, criando a FAPROCO (Fábrica Produtos Cosméticos S.A.) em 1959. O sucesso é tamanho que, com suas duas fábricas no Rio de Janeiro e em São Paulo, L’Oréal Brasil é hoje uma plataforma de exportação para toda a América Latina e em 2009 comemorou os seus 50 anos de fundação.

1960

  • © L'Oréal /DR

    L’Oréal Net para cabeleireiros em 1958, seguida por Elnett (de “elle” (ela) e “nette” arrumada) – para as consumidoras em 1962, introduzem não apenas uma verdadeira ruptura tecnológica no universo dos produtos para pentear, dominados até então pela brilhantina ou pelo verniz de goma, mas criam sobretudo uma nova e extraordinária forma de fixar os penteados. Adeus aos cabelos duros, bem-vindos cabelos sedosos ao toque! Em 1962, Elnett Satin adota a sua silhueta dourada e esguia e se torna a “deusa de ouro”. Em 1968, mais uma inovação: a micro-difusão em spray permite uma distribuição ainda mais fina e uniforme do fixador, e uma eliminação através de uma simples escovada dos cabelos. Graças a esta fórmula revolucionária e até hoje incomparável, a L’Oréal é a líder mundial no segmento de sprays para cabelos. A história de um produto emblemático e intrinsecamente ligado à história da própria L’Oréal.

  • © L'Oréal /DR

    Belle Color, um dos primeiros shampoos tonalizantes, desempenha um papel fundamental no desenvolvimento do mercado de coloração para uso em casa. Sua facilidade e sua rapidez de aplicação serão a chave de seu sucesso. O produto abre caminho para o lançamento de Récital, alguns anos mais tarde.

1963

  • © L'Oréal

    Como consagração de seu desenvolvimento espetacular e sólido, o Grupo L’Oréal é listado na Bolsa de Valores de Paris e ganha acesso a novos recursos financeiros. A capitalização de mercado do Grupo aumentou mais de 750 vezes desde 1967.

  • © Alain Le Foll

    As francesas descobrem os segredos dos rituais de banho japoneses com o primeiro banho de espuma "Obao": um nome diretamente inspirado no termo “ofurô”, o tradicional banho de imersão japonês que é ao mesmo tempo um ritual de relaxamento e um culto para recarregar as energias. Uma nova abordagem, que responde à demanda por produtos de higiene mais sofisticados do que o simples sabonete.

1964

  • © L'Oréal / DR

    Fundada em 1935 por Armand Petitjean e pelos irmãos d’Ornano, Lancôme é uma magnífica marca de perfumes, produtos para a pele e maquiagem, que já é a incorporação da elegância e do estilo francês em diversos países do mundo. Seus principais produtos (como o creme Nutrix, criado em 1936), sua presença internacional, sua rede de técnicas-embaixadoras seduzem a L’Oréal, que quer conquistar posições no segmento da cosmética de luxo e no circuito de perfumaria. A compra da Lancôme em 1964 é a pedra fundamental no caminho para a construção de um futuro império de produtos de luxo.

  • © L'Oréal / DR

    L’Oréal cria uma inovação nos salões de beleza, complementando os serviços de coloração e penteado com um novo conceito: o cuidado com os cabelos, com uma linha de produtos especializados chamada Kérastase. O que difere este conceito dos outros é a combinação das melhores fórmulas oriundas dos laboratórios de pesquisa L’Oréal, do know-how do cabeleireiro e da extrema personalização do programa de tratamento, de acordo com cada tipo de cabelo. Os tratamentos são altamente sofisticados, com etapas realizadas em uma sequência específica, tornando-os verdadeiros rituais de beleza: diagnóstico, lavagem com massagem do couro cabeludo e aplicação de tratamento especializado. Uma experiência única de luxo, bem-estar e beleza.
    Em 1967, os produtos Kérastase se tornam disponíveis para a revenda aos clientes, o que permite às mulheres prolongar, em sua própria casa, os benefícios do tratamento no salão. Além disso, a venda dos produtos às consumidoras constitui uma nova fonte de renda para os salões.

1965

  • © L'Oréal /  Saurin, All rights reserved

    Desde os anos 1920, os Laboratórios Garnier comercializam com sucesso vários produtos capilares: a loção Garnier à base de plantas, os shampoos revitalizantes Moelle Garnier com extratos naturais, a coloração capilar Moelle Color e assim por diante. A compra da Garnier permite à L’Oréal adquirir um portfólio de produtos capilares complementares com posicionamento orgânico – uma abordagem diferente nos cuidados com os cabelos.

1966

  • © Francis Giacobetti

    Dotada da experiência em perfumaria com Lancôme e desejosa de continuar o seu crescimento no mercado de produtos de luxo, a L’Oréal alia forças pela primeira vez com um grande costureiro francês, Guy Laroche, para desenvolver diversos perfumes. O primeiro fruto desta associação é Fidji, que se tornou um perfume clássico com o inesquecível slogan publicitário: “A mulher é uma ilha. Fidji é o seu perfume”.

  • © L'Oréal / DR

    Não é mais preciso ir ao cabeleireiro para colorir os cabelos. L’Oréal lança Récital no mercado de grande público: são kits de coloração capilar desenvolvidos para que as mulheres possam usá-los no conforto e na privacidade de seu próprio banheiro, permitindo-lhes colorir os cabelos em casa, com total segurança. A promessa de François Dalle, “tornar a beleza acessível ao maior número possível de mulheres”, começa a tomar forma.

1967

  • © L'Oréal

    Em resposta aos desejos das mulheres que preferem não fazer permanentes nos cabelos, L’Oréal lança Mini Vague, uma tecnologia completamente nova que proporciona maciez, volume e movimento aos cabelos. O segredo é uma mistura mais suave, que produz uma ondulação mais natural. O sucesso é tão grande que o termo “mini vague” acaba entrando para a língua francesa como o termo para descrever um tipo mais leve de permanente, o equivalente a "mini onda" em português.