STARTUP DO PARANÁ VENCE PRIMEIRA HACKATHON DA L’ORÉAL NO BRASIL COM APLICATIVO PARA MAYBELLINE
Grupo L´Oréal

Desafio realizado em São Paulo reuniu 15 startups da área de mobile, entre 108 inscritas, para desenvolver aplicativos voltados às marcas da líder mundial em cosméticos

STARTUP DO PARANÁ VENCE PRIMEIRA HACKATHON DA L’ORÉAL NO BRASIL COM APLICATIVO PARA MAYBELLINE

Após uma maratona de 24h de trabalho ininterrupto, a startup Neomode, de Curitiba (PR), foi a grande vencedora da primeira hackathon promovida pela L’Oreal no Brasil, a BEAUTYHACK, realizada no CUBO, em São Paulo. O prêmio, um investimento no valor de R$ 100 mil, será utilizado no desenvolvimento do projeto, um aplicativo para a marca Maybelline, com vistas de lançá-lo no mercado, futuramente.

Durante o desafio, 15 startups pré-selecionadas, das 108 inscritas, desenvolveram aplicativos móveis para quatro projetos estratégicos da empresa líder mundial em cosméticos. A solução apresentada pela startup vencedora foi o app Maybeonlline, que tinha como desafio integrar todos os pontos de venda Maybelline online e off-line, canais de venda, relacionamento e promoção.

Para o presidente da L’Oréal Brasil, Didier Tisserand, a BEAUTYHACK é muito importante para o processo de digitalização da empresa no Brasil. “Nesta primeira hackathon que realizamos no país, buscamos novas ideias de jovens empreendedores para o desenvolvimento de aplicativos que nos ajudem a acelerar a ampliação desta área no país”, afirmou.

Paula Costa, CMO (Chief Marketing Office) da L’Oréal, ressaltou que beleza é a segunda categoria mais comprada pelo celular e a área mobile não para de crescer. “Por isso estamos apostando em alternativas no mercado, visando estar cada vez mais próximos do nosso consumidor através de ferramentas digitais efetivas e úteis, reunindo beleza e celular”.

Especialista em varejo e estratégias de omnichannel, Fabíola Paes inscreveu a Neomode na BEAUTYHACK. “Escolhemos o desafio Maybelline para participar e quando começamos a pensar no aplicativo que seria desenvolvido, nossa intenção sempre foi implantar uma estratégia global para a empresa. Queríamos reforçar a marca da L’Oréal no Brasil e, para isso, fizemos visitas in loco em quiosques e farmácias”. Daniel Koleski, UX/UI designer da startup, comentou que todo o desenvolvimento do aplicativo foi baseado em feedbacks reais de consumidoras da L’Oréal. Com o prêmio, a intenção é colocar o aplicativo para funcionar. “Queremos ser o primeiro case brasileiro de omnichannel. A fusão dessa experiência on-line e off-line é o grande futuro do varejo”, decreta.

Os vencedores

As startups que participaram da hackathon puderam se inscrever para quatro desafios: um para cada área de negócios da empresa. Além do prêmio para a grande vencedora, quatro empresas (entre elas a Neomode), também foram reconhecidas por terem apresentado os melhores projetos em cada área e poderão escolher como prêmio uma viagem ao Vale do Silício para conhecer o Google e o Facebook, ou R$ 10 mil em dinheiro. Abaixo, os vencedores de cada área:

A Neomode, do Paraná, venceu o Desafio DPGP/Maybelline (Divisão Produtos Grande Público) e foi a grande vencedora da noite. O objetivo proposto pela L’Oréal era desenvolver uma experiência de compra assistida de produtos Maybelline em mobile, que aumente o uso e o conhecimento de toda a linha. A ideia é que o aplicativo possa ser usado de forma associada à orientação de especialistas da empresa, espalhados em quiosques e pontos de venda em todo o país.

A Rag Softwares, de Minas Gerais, venceu o Desafio DCA (Divisão Cosmética Ativa). O objetivo proposto pela L’Oréal Brasil era potencializar o uso do programa de fidelidade Dermaclub no cotidiano do consumidor de produtos de dermocosmética. Iniciativa pioneira no mundo, o clube de vantagens é voltado a pessoas que se preocupam com a saúde da pele. Ele oferece a expertise de dermatologistas para o leitor, através de dicas e novidades.

A Inovalab, do Rio de Janeiro, venceu o Desafio DL (Divisão Luxo). O objetivo proposto pela L’Oréal Brasil era ensinar e incentivar os consumidores ao uso rotineiro dos produtos de luxo do Grupo L’Oréal, explorando ocasiões específicas e especiais.

A Points Rocket, com sede Paraíba e no Rio Grande do Norte, venceu o Desafio DPP (Divisão Produtos Profissionais). O objetivo proposto pela L’Oréal Brasil era difundir a educação e a informação das marcas L’Oréal Professionnel, Kérastase, Redken, Matrix e Essie para os profissionais de salão de beleza de forma acessível, engajadora e simples, mas completa.

A comissão julgadora

A comissão que escolheu os vencedores da BEAUTYHACK foi formada por um time de peso, composto por Paula Costa, Chief Marketing Offier & Diretora Divisão Luxo de L’Oréal Brasil; Julia Sève, diretora Divisão Cosmética Ativa de L’Oréal Brasil; Barbara Fortes, diretora de Retail da L’Oréal Brasil; Mikael Henry, diretor da Divisão Produtos Professionais de L’Oréal Brasil; Marcos Salles, Chief Information Officer da L’Oréal Brasil; Pyr Marcondes, diretor-geral da Proxxima, M&M Consulting; Márcio Brito, coordenador nacional de Start-ups do Sebrae; Leo Xavier, CEO Pontomobi e Arthur Sousa, head de engenharia Latino América do Facebook.