L’Oréal estreita parceria com fornecedores de matérias-primas da biodiversidade brasileira
Grupo L´Oréal

Equipe de Pesquisa e Inovação da L’Oréal Brasil conheceu o cultivo do Cupuaçu no Pará com objetivo de desenvolver novos ingredientes para cosméticos inovadores, eficientes, sustentáveis e acompanhar o dia a dia dos agricultores familiares.

FORNECEDORES DE MATÉRIAS-PRIMAS

A primeira visita foi à Associação de Produtores e Produtoras Rurais da Agricultura familiar da Comunidade Santa Luzia (APRAFAMTA). Os agricultores da Associação são responsáveis pela produção da manteiga de cupuaçu.

“Fizemos um investimento na fábrica de polpas da Associação para adequar suas instalações às exigências da Vigilância Sanitária e garantir sua reabertura, já que, hoje, ela encontra-se fechada. Dessa forma, a comunidade poderá diversificar sua fonte de renda, passando a vender também em larga escala a polpa do cupuaçu e de outras frutas que são produzidas localmente”, explica Fabiana Munhoz, Gerente de Pesquisa Avançada, que esteve no local.

A viagem contou ainda com uma visita às instalações da Symrise, fornecedor internacional de matérias-primas cosméticas e fragrâncias. A empresa fez dois grandes investimentos no Brasil: instalou no Pará uma fábrica de óleos vegetais, manteigas e extratos, onde se beneficia da rica biodiversidade brasileira; e montou, em São Paulo, um centro global de hair care, no qual se favorece do conhecimento sobre a diversidade de cabelos existentes no Brasil e sobre a exigência das nossas consumidoras. “Conversamos sobre possíveis parcerias futuras para o desenvolvimento de novos ingredientes cosméticos inovadores, eficientes e sustentáveis”, revela Fabiana.