Inovação para inspirar o mundo: Anthelios Airlicium é escolhido como case de sucesso no Brasil
Grupo L´Oréal

L’Oréal apresentou protetor solar desenvolvido pela equipe de Pesquisa & Inovação no Brasil em congresso da CNI

O Grupo L’Oréal foi uma das 22 empresas escolhidas para apresentar um projeto de sucesso no 7º Congresso Brasileiro de Inovação da Indústria. Anthelios Airlicium, da marca La Roche-Posay, foi destaque pela fórmula que alia saúde e estética em um protetor solar desenvolvido com base nas particularidades da pele brasileira. A estratégia de inovação e contribuição para a sociedade foram as principais qualidades avaliadas pela organização do evento.


O produto foi selecionado por ser um símbolo de ruptura tecnológica do grupo. Anthelios Airlicium foi desenvolvido por pesquisadores do Centro de Pesquisa & Inovação da L’Oréal Brasil - o único da América Latina - a partir de estudos sobre a pele em diversas regiões do mundo. O protetor solar foi idealizado para atender algumas singularidades: controle da oleosidade, textura seca e sensação de pele limpa. A alta proteção do FPS 70 é um complemento para proteger a pele do sol, contra o envelhecimento precoce e o câncer de pele.


A matéria-prima de L’Oréal para chegar ao resultado foi o Airlicium, material de alta porosidade, absorção de umidade e acabamento mate, que confere atributos primordiais para um protetor solar.


Características dos brasileiros definiram fórmula inovadora de Anthelios


O Brasil ocupa a segunda posição mundial no ranking de consumidores de protetores solares. Por isso, durante a fase de concepção e desenvolvimento de Anthelios Airlicium, a L’Oréal se preocupou em saber o que o consumidor e o mercado de cosméticos esperavam de um produto de fotoproteção. Nos estudos, ficou comprovado que o envelhecimento precoce é uma das maiores preocupações, principalmente das mulheres. Já a oleosidade foi o segundo ponto que os pesquisadores identificaram; problema que tem relação com clima tropical e as altas temperaturas do país.


Por meio da equipe de CMI (Consumer & Market Insights), do Centro de Pesquisa & Inovação da L’Oréal no Brasil, foi possível identificar as expectativas e oportunidades na indústria brasileira. A fase de prospecção também ouviu a opinião de dermatologistas e equipes de marketing e inovação da empresa para entender esse cenário.


Compromisso com a experiência do consumidor


Apesar de desafiador, o resultado das pesquisas foi atendido. Mas como qualquer lançamento inovador, a aprovação do consumidor é o que define se um projeto é bem-sucedido ou não. O mercado teve uma resposta positiva desde o lançamento, em 2015.