Prêmio Para Mulheres na Ciência patrocina 1º Encontro Mundial para Mulheres na Matemática
Grupo L´Oréal

Evento reuniu mais de 300 pesquisadoras do mundo inteiro para um dia de debates sobre igualdade de gênero


Prêmio Para Mulheres na Ciência patrocina

O primeiro Encontro Mundial para Mulheres na Matemática (World Meeting for Women in Mathematics) aconteceu na última terça-feira (31), no Rio de Janeiro, e reuniu centenas de cientistas mulheres do mundo inteiro. Além de debater sobre a igualdade de gênero na ciência, o evento levantou pautas sobre os desafios, iniciativas e perspectivas em relação à mulher na Matemática.

Carolina Bhering, pesquisadora do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (IMPA) e ganhadora do prêmio Para Mulheres na Ciência na área de Matemática em 2008, fez parte da organização do evento e ressaltou o saldo positivo do dia. “Percebemos que o encontro teve um potencial inspirador muito forte, levantando a autoestima das mulheres matemáticas.

Conhecendo o trabalho científico e trocando experiências com outras mulheres, as jovens estudantes puderam perceber que há espaço para elas nessa carreira, puderam se ver, se inspirar em modelos e vivenciar que, sim, esse lugar também nos pertence”, conta Carolina.


Convidadas sentiram-se mais motivadas na carreira matemática


Para fortalecer a missão de lutar pela igualdade de gênero e pela maior participação feminina no universo científico, o programa Para Mulheres na Ciência sorteou duas estudantes de Matemática - através de uma pesquisa com várias faculdades do Rio de Janeiro - para irem ao evento. As jovens participaram das discussões em grupos sobre temas da área e sentiram-se ainda mais motivadas a seguirem a área científica. “A matemática me encanta porque tem a questão de te levar ao abstrato, levar ao imaginário, como por exemplo, funções que não podem ser desenhadas, algo que não pode ser projetado”,

A troca de experiência com pesquisadoras de todas as partes do mundo também serviu de estímulo. “Eu vi as pessoas de perto e fiquei apaixonada pela forma como elas enxergam a Matemática e como evoluíram. Todas têm PhD ou doutorado, então você fica inspirada, pensando ‘Eu vou chegar lá um dia’”, contou Tayane. A estudante da Universidade Federal do Rio de Janeiro concorda: “No grupo de discussão, vi que não sou a única mulher apaixonada por isso. É importante ver que tem muitas como eu”.


O Encontro Mundial Para Mulheres em Matemática faz parte do Congresso Internacional de Matemáticos - que vai acontecer na próxima semana, no Rio de Janeiro - e já teve uma edição na Índia, em 2010, e outra na Coreia do Sul, em 2014. “Ver a aplicação da Matemática em diversos setores, ouvir as pessoas falando com propriedade disso e saber que um dia eu também vou poder falar com propriedade é maravilhoso”, ressalta a estudante Tayane.


Programa Para Mulheres na Ciência premia cientistas mulheres desde 2006


Com o objetivo de incentivar a entrada de jovens mulheres no universo científico, o programa Para Mulheres na Ciência - uma parceria entre L’Oréal, Unesco e ABC - já acontece no Brasil desde 2006. A iniciativa valoriza os trabalhos de mulheres cientistas do país inteiro e, até hoje, já foram reconhecidos os projetos de mais de 80 pesquisadoras brasileiras, com estudos nas áreas de Química, Física, Matemática e Ciências da Vida, estimulando a participação feminina na Ciência e no ambiente acadêmico.