Projeto Fábrica Seca é tema de apresentação em evento sobre sustentabilidade
Grupo L´Oréal

Iniciativas de conservação e reúso de água foram destaques em encontro promovido pela Câmara do Comércio França-Brasil

Fábrica Seca é tema de apresentação em evento

O projeto Fábrica Seca, da L’Oréal Brasil em São Paulo, foi destaque na reunião da Comissão de Bioeconomia da Câmara do Comércio França-Brasil, que ocorreu no último dia 26. A iniciativa, que inclui uma série de ações para preservar e reutilizar a água nos processos produtivos da Fábrica, reafirma o nosso compromisso com o desenvolvimento sustentável e a redução do impacto ambiental. O projeto já havia sido reconhecido no início do ano pela Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) na 13ª edição do Prêmio de Conservação e Reúso de Água.

Os resultados obtidos - como a redução de 44% de litros por unidade produzida e o reaproveitamento de 100% da água de osmose - estão alinhados com os objetivos do Sharing Beauty With All (SBWA), compromisso de sustentabilidade do Grupo. “A L’Oréal há tempos vem desenvolvendo projetos de melhorias ao meio ambiente, visto os resultados positivos que o grupo vem tendo ao longo dos anos”, comentou Eduardo Pinheiro, Coordenador Ambiental, que palestrou para a Comissão. “Vimos que a troca de experiência entre empresas pode ajudar a acelerar sua conscientização e, assim, seguirmos os mesmos caminhos e motivar a implementação desses projetos”.

Fábrica Seca: uma produção sustentável de alta performance

A apresentação “Uma Visão da Fábrica Seca” levou para os participantes as mudanças feitas na unidade desde a implementação do projeto. “Senti uma ótima participação dos convidados que vieram assistir a palestra, e que fizeram muitas perguntas pertinentes”, acrescenta Eduardo. Um dos exemplos mostrados foi o da substituição das torres de resfriamento por compressores de água gelada por condensação a ar, reduzindo o consumo de água durante a produção. O reaproveitamento total da água utilizada em processos de ultrafiltragem, que é redirecionada para vasos sanitários e lavagens, e a instalação de hidrômetros com gestão online para detectar vazamentos na rede de distribuição também foram apresentados.

“Temos consciência da crise hídrica. Com essa iniciativa, a L’Oréal deu mais um passo para reduzir os impactos ambientais na extração e uso de forma sustentável da água”, destacou. Todo o trabalho é feito com o acompanhamento do departamento de qualidade, com foco na redução do consumo de água, mas também garantir a qualidade e performance dos produtos. As próximas ações da Fábrica Seca incluem fazer a sanitização das linhas de envase com vapor - ou seja, sem uso de água - e um projeto para reciclagem de água após saída da Estação de Tratamento de efluentes.