Os pilares da inovação responsável

Com as promessas de confiabilidade aos consumidores, compromissos éticos e respeito pela diversidade humana e ambiental, a L’Oréal baseou sua estratégia de inovação em uma plataforma de valores fundamentais, compartilhada por todas as suas equipes no mundo inteiro.

Predictive testing of reconstructed skin
Predictive testing of reconstructed skin

As equipes de Pesquisa & Inovação da L’Oréal aplicam os princípios de sustentabilidade e inovação responsável em seus cotidianos. Ouvindo as expectativas dos consumidores, elas estão comprometidas com a busca por uma beleza ética que respeita a diversidade. Nas suas atividades de pesquisa, o Grupo é especialmente atento a cinco áreas: saúde humana (colaboradores, consumidores, profissionais), proteção ambiental, ética, comércio justo e consideração do impacto social e societal da inovação.

Uma prioridade absoluta: a segurança dos produtos


Em 1909, quando Eugène Schueller criou a "Société des teintures inoffensives", que mais tarde se tornaria o Grupo L’Oréal, ele era um pioneiro. Desde então, o Grupo tem investido continuamente na avaliação da segurança dos seus produtos e dos ingredientes com os quais são fabricados. Graças ao seu compromisso científico constante, a L’Oréal tem contribuído com o progresso no conhecimento sobre toxicologia* . Hoje, graças à avaliação preditiva, à qual o grupo dedicou um centro mundial ultramoderno em 2011, as equipes sabem como efetuar previsões bem antecipadas e confiáveis quanto aos efeitos indesejáveis e benéficos de ingredientes e produtos.

*Toxicologia: estudo dos efeitos nocivos de substâncias em um organismo

Respeito ao meio ambiente


Estar a serviço da beleza é também preservar a beleza do nosso planeta. A L’Oréal sempre esteve um passo à frente dos dispositivos regulatórios referentes ao meio ambiente. Já em 1995, o Grupo adquiriu um laboratório eco-toxicológico para mensurar e modelar o potencial impacto dos produtos nos ecossistemas (água, terra, ar) e na biodiversidade. Em 1999, adotou os princípios da química verde para a síntese de ingredientes. Desde 2006, seu portfólio de matérias primas tem sido monitorado constantemente por indicadores ambientais. Os processos de inovação estão de acordo com as diretrizes do eco-design, o que reduz o impacto dos produtos sobre o meio ambiente ao longo de todo o ciclo de suas vidas úteis. Essas diretrizes são compartilhadas com os fornecedores e parceiros.

Ciência e ética avançam juntas


Os pesquisadores da L’Oréal conseguiram com êxito colocar avanços científicos (engenharia dos tecidos, decodificação do genoma humano, modelagem, técnicas de imageria) a serviço da inovação responsável. O acesso a testes de nova geração possibilita avaliar a segurança de ingredientes sem praticar testes em animais (a L’Oréal parou com os testes de produtos acabados em animais em 1989), e no futuro próximo, poderá avaliar a eficácia clínica sem recorrer a biópsias (amostragem de tecidos humanos).

Em direção a um comércio mais justo


Através do programa global de aquisição de ingredientes através do comércio justo "Solidarity Sourcing", lançado em 2010, a L’Oréal implementou um processo mundial de obtenção de seus ingredientes em uma iniciativa de comércio justo guiada pela expertise da marca The Body Shop. Durante a seleção dos fornecedores, ela leva em consideração, além do preço justo, outros aspectos tais como a proteção à biodiversidade, a luta contra a biopirataria, e a autonomia social e societal das comunidades locais.

Inovação adaptada à diversidade global


O respeito pela diversidade dos tipos de beleza é uma fonte constante de inspiração para o processo de inovação da L’Oréal. Por mais de dez anos, graças à geocosmética, o Grupo fez da escuta aos consumidores e da observação dos rituais de beleza ao redor do mundo uma parte central da missão e das atividades de seu departamento de Pesquisa & Inovação. A L'Oréal tem como ambição criar produtos adaptados a todos, de acordo com as necessidades individuais, os hábitos, o meio ambiente e o poder de compra de cada um.