Jean-Paul Agon
Presidente e CEO

Jean-Paul Agon fez toda a sua carreira na L’Oréal. A carreira de Jean-Paul Agon é igual à sua pessoa: enérgica, inabalável e construtiva, sempre levando a resultados tangíveis. Com um histórico que engloba uma ampla gama de ambientes, desafios e responsabilidades, ele construiu habilidades de liderança embasadas por uma expertise-chave: conhecimento profundo do funcionamento da empresa, uma abordagem internacional e uma visão global dos grandes desafios à frente.

Jean-Paul Agon, CEO of L’Oréal

© Stéphane de Bourgies

Biografia

JEAN-PAUL AGON, PRESIDENTE E CEO DO GRUPO L’ORÉAL

  • Jean-Paul Agon nasceu na França, em julho de 1956.

  • Ele ingressou na L’Oréal em 1978 depois de se formar na escola internacional de administração HEC. Tendo afinidade com marketing, especialmente em cosméticos, e consciência da importância da "psicologia e da cultura", suas expectativas profissionais combinavam com as características da L'Oréal, um grupo internacional que promove a liberdade de levar novas ideias adiante e que dá a seus funcionários a oportunidade de provarem suas competências rapidamente.

A DÉCADA DE 1980: APETITE PARA A AÇÃO

  • Após uma breve passagem em 1980 pela Divisão de Produtos Grande Público como gerente de produtos na França, foi nomeado em 1981 Gerente Geral da L’Oréal Grécia, onde passou quatro anos revertendo uma situação difícil e construindo as bases de um negócio sólido no país.

  • Em 1985, ele retornou à França como Gerente Geral de L'Oréal Paris. Esta foi uma época de diversos lançamentos-chave e de grandes sucessos, incluindo

  • Em 1989, ele assumiu um desafio de grandes proporções. Como Diretor Executivo Internacional da Biotherm, ele remodelou completamente a marca. Uma tacada estratégica que garantiu que Biotherm renovasse sua força, dinamismo e modernidade, conferindo à empresa um apelo verdadeiramente internacional.

A DÉCADA DE 1990: UMA CULTURA INTERNACIONAL

  • Jean-Paul Agon deixou a França para assumir um novo desafio como Diretor Executivo da L'Oréal Alemanha, onde teve um papel fundamental lidando com questões relativas aos mercados europeus, que na época sofriam uma desaceleração das vendas. A absorção da empresa de cosméticos alemã Jade, que mais tarde se associou à Gemey, rendeu-lhe sua primeira experiência com aquisições importantes.

  • Em 1997, o Presidente e CEO Lindsay Owen-Jones confiou-lhe a missão de estabelecer e chefiar a L'Oréal Zona Ásia no meio de uma grave crise econômica na região. Uma tarefa nada fácil. Dar um novo ímpeto àqueles mercados ainda emergentes significava criar subsidiárias em alguns países, estabelecer estratégias relevantes, aumentar os investimentos e recrutar uma nova geração de talentos locais. Sr. Agon teve um papel predominante no desenvolvimento destes grandes impulsionadores de crescimento futuro.

OS ANOS 2000: COROANDO A CARREIRA

  • Em 2001, teve início um novo capítulo em sua carreira, quando foi nomeado Presidente da L'Oréal EUA, liderando uma estratégia para conquistar participações de mercado em todas as categorias, em um ambiente altamente competitivo. Foi nesta época que Garnier lançou a linha

  • Em 2006, ele foi nomeado CEO da L’Oréal. Um homem de ação, ele instila no Grupo a energia, o rigor e a visão necessários para enfrentar com sucesso os desafios do terceiro milênio; um homem de convicção, ele canaliza esta mesma paixão para promover os valores éticos da L'Oréal, tornando a empresa um modelo de cidadania corporativa.

  • Em 2006, ele foi nomeado CEO da L’Oréal. Um homem de ação, ele instila no Grupo a energia, o rigor e a visão necessários para enfrentar com sucesso os desafios do terceiro milênio; um homem de convicção, ele canaliza esta mesma paixão para promover os valores éticos da L'Oréal, tornando a empresa um modelo de cidadania corporativa.