Resultados do Primeiro Trimestre de 2016
Grupo L´Oréal

Um primeiro trimestre sólido, que fortalece ainda mais a nossa confiança

FATURAMENTO: 6,55 BILHÕES DE EUROS

FATURAMENTO: 6,55 BILHÕES DE EUROS


  • + 4,2% em dados comparáveis (like-for-like)
  • + 1,8% com base em dados publicados
  • + 4,6% a taxas de câmbio constantes

Comentando sobre os números, o Sr. Jean-Paul Agon, Presidente e CEO da L'Oréal, disse:

"O Grupo teve um início sólido no primeiro trimestre, com crescimento em todas as Divisões e zonas geográficas: a Divisão de Produtos de Grande Público acelerou no início do ano, registrando o seu melhor trimestre em quase três anos. L'Oréal Luxo começou o ano bem, em linha com as expectativas, apesar de uma base de comparação difícil em Hong Kong e no canal Travel Retail, e continua a expandir o seu portfólio de marcas no mundo. O faturamento nas Divisões de Produtos Profissionais e de Cosmética Ativa deve se fortalecer nos próximos trimestres.
Nas zonas geográficas, a América do Norte confirma o seu dinamismo, a Europa Ocidental permanece sólida e os Novos Mercados têm se mostrado resilientes.
A aceleração digital do Grupo continua com um crescimento de + 35% em e-commerce*, que está se expandindo fortemente em todas as Divisões.
Para concluir, em um ambiente econômico e monetário que continua volátil, estamos confiantes de que o poder das nossas inovações, a expansão internacional das nossas marcas e o comprometimento das nossas equipes nos levarão a superar o mercado de cosméticos em 2016. Estamos confirmando a nossa ambição de conseguir mais um ano de crescimento no faturamento e nos lucros."

* Lucro por ação diluído de operações contínuas, após participãções de não controladores, excluindo itens não recorrente.

A – Faturamento do primeiro semestre de 2016

Em dados comparáveis, ou seja, com base em uma estrutura comparável e em taxas de câmbio idênticas, o aumento do faturamento do grupo L’Oréal foi de +4,2%. O impacto líquido das mudanças na consolidação foi de +0,4%. As flutuações monetárias tiveram um impacto negativo de -2,8%. O crescimento a taxas de câmbio constantes foi de +4,6%. Se no final de março as taxas de câmbio (€1 a $1,1385) forem extrapoladas até 31 de dezembro, o impacto de flutuações monetárias seria de -3,8% para todo o ano de 2016. Com base em dados publicados, o faturamento do Grupo em 31 de março de 2016 totalizou 6,55 bilhões de euros, um aumento de +1,8%.

PRODUTOS PROFISSIONAIS

No final de março, a Divisão de Produtos Profissionais registrou um crescimento de +2,5% em dados comparáveis e de +0,2% com base em dados publicados.

  • A Europa Ocidental começou o ano com um leve crescimento. O Brasil continua muito difícil, mas o Leste Europeu e a Zona África, Oriente Média continuam a registrar um crescimento de dois dígitos. Os Estados Unidos, a Índia e a Rússia são os países que mais contribuem para o crescimento.
  • A categoria de coloração capilar, a que mais contribuiu com o crescimento, foi fortemente impulsionada pelas marcas Redken e Matrix, e pelo sucesso contínuo de Inoa e Diacolor em L’Oréal Professionnel. A categoria de cuidados com os cabelos continua a se expandir, impulsionada pelo sucesso de Total Results de Matrix, Pro Fiber de L’Oréal Professionnel e Discipline Curl Ideal de Kérastase.

PRODUTOS DE GRANDE PÚBLICO

A Divisão de Produtos de Grande Público está acelerando, com um crescimento de +3,9% em dados comparáveis e d e +0,9% com base em dados publicados.

  • Na Europa Ocidental, a Divisão está sendo retida por um mercado difícil na França, mas está acelerando na América do Norte e ganhando participação de mercado nas regiões Ásia, Pacífico, Leste Europeu e África, Oriente Médio.
  • A forte dinâmica de maquiagem está sendo impulsionada por grandes lançamentos como Infallible Sculpt de L’Oréal Paris e Vivid Matte Liquid de Maybelline, e pelo crescimento muito rápido de NYX PROFESSIONAL MAKEUP. Na categoria de produtos para cabelos, L’Oréal Paris está inovando com Elvive Extraordinary Clay e Magic Retouch. Garnier registrou um crescimento significativo graças ao lançamento de Delicate Oat de Ultra Doux e está começando a expandir a marca na América do Norte. Em skincare, Garnier está aumentando fortemente a sua participação de mercado nos Estados Unidos em produtos de limpeza facial graças ao sucesso de suas Águas Micelares. A Divisão está crescendo na China com o lançamento de Hydra-Fresh Anti-Ox de L’Oréal Paris.

L'ORÉAL LUXO

Em um mercado que continua dinâmico, L'Oréal Luxo começa o ano com crescimento de +5,5% em dados comparáveis e de +4,4% com base em dados publicados.

  • Apesar de um mercado muito difícil em Hong Kong e de uma base de comparação desafiadora no canal Travel Retail, a Divisão cresceu em todas as Zonas no primeiro trimestre. L’Oréal Luxo superou o mercado de forma particularmente forte na China, onde cresceu duas vezes mais rápido do que o mercado. Ela teve um início de ano sólido na América do Norte e um começo muito bom no Japão e na Europa.
  • Yves Saint Laurent está mantendo a sua forte dinâmica graças ao sucesso contínuo de Black Opium e o excelente início do novo Rouge Volupté Shine. Giorgio Armani está registrando um crescimento sustentado e está desenvolvendo os seus perfumes masculinos com Code Profumo. Para Lancôme, o sucesso de La Vie Est Belle continua. No primeiro trimestre, Urban Decay foi mais uma vez um grande propulsor de crescimento para a Divisão.

COSMÉTICA ATIVA

No primeiro trimestre, a Divisão de Cosmética Ativa cresceu mais rápido do que o mercado, com um crescimento no faturamento de +4,5% em dados comparáveis e de +0,3% com base em dados publicados.

  • Apesar de um início bastante lento na Europa Ocidental, todas as Zonas tiveram uma contribuição positiva para o crescimento da Divisão. Ásia, Pacífico, América Latina e África, Oriente Médio estão registrando um crescimento significativo.
  • La Roche-Posay continua a registrar um crescimento de dois dígitos, impulsionada por suas linhas Anthelios, Effaclar e Lipikar. Vichy continua a inovar com o lançamento de Neovadiol Compensating Complex Night. Roger&Gallet registrou um bom crescimento na Europa Ocidental e no Japão. Sanoflore prossegue com a sua conquista do mercado francês.

Resumo multidivisões por Zona Geográfica

EUROPE OCIDENTAL

No primeiro trimestre, a Zona cresceu +2,0% em dados comparáveis e +1,3% com base em dados publicados. Em um ambiente que permanece altamente competitivo entre varejistas do mercado de massa na França, o faturamento na Europa Ocidental continua a crescer, impulsionado principalmente por L’Oréal Luxe e por desempenhos muito bons das quatro Divisões no Reino Unido e na Espanha.

AMÉRICA DO NORTE

A L’Oréal cresceu +4,3% em dados comparáveis e +5,8% com base em dados publicados. A Divisão de Produtos de Grande Público começou muito bem o ano, impulsionada em maquiagem pelo crescimento muito forte de NYX PROFESSIONAL MAKEUP e Maybelline, mas também em cuidados com os cabelos, através do lançamento de Whole Blends de Garnier. L’Oréal Luxo e as Divisões de Produtos Profissionais e de Cosmética Ativa também estão apresentando um bom crescimento, graças aos fortes desempenhos de Urban Decay e Yves Saint Laurent, Redken e Matrix, e SkinCeuticals.  

NOVOS MERCADOS

  • Ásia, Pacífico: L'Oréal registrou um crescimento de +5,0% em dados comparáveis e de +25,5% com base em dados publicados. Apesar de uma desaceleração em Hong Kong, L’Oréal Luxo registrou um bom crescimento, ainda impulsionado por Kiehl’s, Yves Saint Laurent e Giorgio Armani, e pelo dinamismo do mercado japonês. A Divisão de Produtos de Grande Público permanece dinâmica nos países do Sudeste Asiático. Na China, L’Oréal Paris está crescendo graças ao sucesso de seus lançamentos. Outro destaque do primeiro semestre foi o desempenho muito bom da Divisão de Cosmética Ativa, graças a La Roche-Posay.

  • América Latina: A Zona registrou +8,5% em dados comparáveis e -11.1% com base em dados publicados . Maybelline, Niely e Vogue registraram um crescimento de dois dígitos na Divisão de Produtos de Grande Público. A Divisão de Luxo está sendo impulsionada pelos desempenhos muito robustos de Lancôme, Giorgio Armani, Yves Saint Laurent e Kiehl’s. No Brasil, a situação econômica continua a pressionar os setores de produtos profissionais e de mercado de massa. Excluindo o Brasil, a Zona teria registrado um forte crescimento de dois dígitos em dados comparáveis .

  • Leste Europeu: A Zona registrou um crescimento de +9,5% em dados comparáveis e de -1,5% com base em dados publicados. As Divisões de Produtos de Grande Público e de Produtos Profissionais, junto com L’Oréal Luxo, está registrando um forte crescimento puxado pela Rússia, Ucrânia e Cazaquistão, enquanto as vendas na Polônia se mostram resilientes. As três Divisões estão obtendo ganhos de participação de mercado. A maquiagem é a categoria mais dinâmica, impulsionada por L’Oréal Paris e Maybelline na Divisão de Produtos de Grande Público, e por Urban Decay e Yves Saint Laurent em L’Oréal Luxo.

  • África, Oriente Médio: A Zona teve um crescimento de +8,0% em dados comparáveis e de +5,4% com base em dados publicados. Na África, a expansão é sólida, particularmente no Quênia e na África do Sul. O crescimento nos mercados do Oriente Médio desacelerou significativamente, mas as vendas permanecem acima da tendência de mercado em todas as divisões. O Egito e o Paquistão continuam a crescer fortemente.

THE BODY SHOP

The Body Shop teve um crescimento de +2,1% em dados comparáveis e de +4,0% com base em dados publicados. O foco em skincare continua com o lançamento do inovador produto Drops of Youth Essence. A categoria de cuidados com o corpo teve o lançamento da icônica linha British Rose para o Dia das Mães. Para comemorar o 40 o Aniversário de The Body Shop, foi lançado um compromisso de sustentabilidade e ética no mundo inteiro.

B - Eventos importantes durante o período de 01/01/16 a 31/03/16

  • No dia 4 de janeiro de 2016, L’Oréal EUA anunciou a aquisição de Raylon Corporation, um distribuidor atacadista de pleno serviço de produtos profissionais para salões. A aquisição expande a rede de distribuição SalonCentric e estende a cobertura dos salões de cabeleireiros americanos.
  • Entre 15 de fevereiro e 18 de março de 2016, a L’Oréal comprou 3.202.500 de suas próprias ações com o objetivo de seu cancelamento, em conformidade com a autorização aprovada pela Assembleia Geral Anual de 22 de abril de 2015, e com a decisão do Conselho de Administração de 11 de fevereiro de 2016.