E sobre a China?

A L’Oréal tem se comprometido a trabalhar junto com as autoridades e cientistas chineses para que os métodos alternativos de teste sejam reconhecidos, e permitir que a regulamentação sobre cosméticos evolua em direção a uma eliminação total e definitiva dos testes em animais. Desta forma, hoje os produtos fabricados e vendidos na China e chamados “não funcionais” como shampoos, sabonetes líquidos para o corpo ou maquiagem já não são mais testados em animais. Abrimos um Centro Episkin* em Xangai em 2014 que nos permitiu produzir peles reconstruídas. Estas peles são usadas para testes in vitro de segurança que não envolvem animais e que são disponibilizados para as autoridades chinesas.  

*Episkin é um modelo de pele humana reconstruída